Como ser sustentável na prática?

Confira dicas de Chirles de Oliveira, do blog Felicidade Sustentáel

Créditos: Felicidade Sustentável

Você acha linda a ideia de viver de maneira sustentável, mas não consegue se enxergar vivendo uma vida assim? Ainda que possa parecer complicado, muitas pessoas estão compartilhando experiências e aprendendo juntas a começar uma nova vida pelas redes. Nessa matéria falamos sobre como ser sustentável na pratica.

A Factual900 conversou com Chirles de Oliveira, do blog Felicidade Sustentável, uma dessas pessoas que quer espalhar essa maneira de viver sustentavelmente, ou como ela chama: “viver feliz”, por isso o nome de seu site.

Coach, jornalista e Mestre em Comunicação e Práticas de Consumo, ela conta como faz para viver dessa maneira, não se considerar minimalista e como começar a adotar essa nova vida.

Ser minimalista, uma das ideias que orientam o consumo sustentável, para Chirles seria ter um estilo de vida onde menos é mais. Para ela nesse modo de viver “as coisas materiais tem menos importância do que o ser”, muito parecido com o que Paula Matias da Master of Simplicity Magazine nos contou. Dessa forma, não são necessários tantos pertences para vivermos de maneira simples e feliz.

Modo de vida

Chirles não usa carro desde 2017, não consome carne, não utiliza toalhas descartáveis, somente utiliza ecobags ao ir no mercado, entre outras muitas ações. Porém não se considera minimalista, dizendo que apenas tem um estilo de vida mais consciente, mesmo, nas suas próprias palavras, não sendo um projeto de vida 100% sustentável.

Minimalismo e sustentabilidade

Ao perguntarmos sobre a ligação entre o movimento minimalista e a sustentabilidade, ela afirma que ele já nasceu dessa ideia. O minimalismo depende completamente do ser sustentável, segundo ela, já que ele é composto de usar devidamente os recursos naturais e querer saber como todas as nossas ações impactam o meio ambiente. O minimalismo é diretamente o oposto do consumismo, segundo Chirles.

Créditos: Modex

Primeiros passos para uma vida sustentável

Chirles conta que após estudar sobre a sustentabilidade em seu mestrado, ela foi mudando aos poucos. Sua motivação por trás da mudança para uma vida mais consciente sempre foi a informação que recebia diariamente, sempre tomando o tempo de ler sobre como estamos usando os recursos naturais atualmente. “Não é fácil mudar, mas com consciência nos colocamos em ação”.

Para Chirles, os primeiros passos são inteiramente baseados em estudar, ler e pesquisar, criar sua própria consciência sustentável. O minimalismo depende de todas as pessoas que fazem parte dele. Ao pensarmos no coletivo e no impacto que causamos no meio ambiente, cada um que se informar sobre e desejar viver mais sustentavelmente pode ser o protagonista dessa mudança, que para ela é fundamental.

O minimalismo, segundo ela, é realmente um movimento de pessoas que se informam e por isso escolhem pensar diferentemente. Entretanto Chirles não acredita que esse movimento está tão popular quanto pensamos. Ela tem como seu objetivo a expansão, corrigindo um “engano fatal do capitalismo”: o de não pensar no ECO como CASA, que é o real significado da palavra.

Se quiser saber ainda mais sobre o assunto leia nossas outras reportagens sobre minimalismo e sustentabilidade.

Siga-nos nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *