Como fazer um podcast?

Por Cíntia Miyuki, Íris Chadi, Luísa Cerne e Vitor Buratini

De acordo com a PodPesquisa 2018, realizada pela Associação Brasileira de Podcasters (ABPod), 6,1% dos ouvintes de podcasts são também produtores deste conteúdo. Quer saber como fazer um podcast, mas não sabe por onde começar? Este texto pode te ajudar.

Como fazer um podcast? Escute podcasts no Spotify.
11% dos ouvintes de podcast utilizam o app Spotify para consumir esse conteúdo (PodPesquisa ABPod 2018).

Não sabe o que é um podcast? Confira nosso último texto sobre o assunto: https://www.factual900.com.br/o-que-e-podcast/

A Factual900 conversou com dois ‘podcasters’, os produtores de podcast. Liliana Bäckert e Pedro Henrique Quiste. Ambos são do meio jornalístico, mas falam sobre temas e veículos diferentes. Brasileira, Liliana mora na Suíça e é apaixonada por diferenças culturais. Ela aborda em seus áudios temas relacionados à imigração e à cultura. Toda terça-feira, de madrugada, suas gravações vão ao ar no CBN Longe de Casa. Além do rádio, elas também vão para a seção de podcasts do site da rádio e para plataformas como Spotify. 

Escute um dos podcasts de Liliana: https://audioglobo.globo.com/cbn/podcast/feed/545/cbn-longe-de-casa-liliana-backert

Já Pedro fala de basquete no Podcast 4thewin. O programa é produzido de forma independente, e veiculado em aplicativos como Spotify. Assim, a Factual900 vai te mostrar diferentes maneiras de criar este produto de mídia do momento.

Escute um dos podcasts de Pedro: https://castbox.fm/channel/Podcast-4theWin-id1494706?country=br

1. Decida o tema do podcast

Seu podcast deve ter um tema geral que permeie todos os episódios. Liliana fez mestrado em comunicação intercultural e é uma imigrante. Ela tem vivência sobre o assunto e gosta de estudar e falar sobre ele. Já o basquete é a paixão de Pedro. Mas ele avisa que não basta gostar de algo para fazer um podcast: “Escolha um tema que você domina e tem facilidade para falar sobre.”

Os dois apontaram a importância de escolher um assunto que tenha audiência. Não adianta falar sobre algo que ninguém se interessa. Pense se há pessoas que gostem e estejam dispostas a ouvir sobre seu tema. 

2. Decida o assunto de cada episódio

Essa etapa depende do tipo de podcast que você pretende fazer. Mesmo assim, independentemente do seu tema, é importante sempre ler muito sobre ele. Notícias, livros, posts nas redes sociais, vale tudo. “Falar sobre um assunto tendo apenas uma noção básica sobre ele só funciona até um certo ponto – depois pode dar problema”, avisa Pedro. Liliana afirma que sua observação das pessoas com quem convive e o que comentam no Facebook dão ideias de assuntos diferentes que podem ser abordados. “Penso quais seriam as curiosidades que os ouvintes teriam em relação a morar fora do país”, conta.

3. Pesquise

Depois de decidir o assunto, é preciso fazer uma pesquisa aprofundada sobre ele. Comece lendo na internet, mas busque informações que ainda não estão lá, por exemplo em livros ou com entrevistados relacionados ao tema. 

Liliana lê artigos acadêmicos e entrevista pessoas de todos os tipos, desde especialistas até pessoas comuns, que tenham como contribuir à pesquisa: “Você tem que manter a mesma qualidade que um texto por escrito teria, no sentido de trazer informação, ter certeza do que você está falando, não vir com ‘eu acho que’.” Pedro assiste a muitos jogos de basquete, assim, ele ganha repertório para comentá-los em seus podcasts. 

4. Prepare-se para a gravação

Cada pessoa tem seu jeito de se organizar para a gravação: tem quem escreve um roteiro para ser 100% seguido, tem quem estuda o tema e apenas fala na gravação… o ideal é que você comece de um jeito que lhe dê segurança e, aos poucos, vá descobrindo o seu método próprio.

Mas atente-se à linguagem dos podcasts. Nem Pedro nem Liliana escrevem o texto inteiro para ser lido durante a gravação, porque isso deixa a fala robótica. Podcasts tem um caráter mais descontraído e de conversa. Portanto, ambos fazem roteiros em tópicos. Durante a gravação, batem o olho nos itens e já sabem o que vão falar. Mas, claro, para isso, é preciso estudar o tema antes e ter as informações ou opiniões em mente. 

5. Equipamentos

Dependendo dos seus recursos e necessidades, você pode gravar de maneiras diferentes. Liliana faz seus podcasts com um colega da CBN, que está no Brasil, então ela fala com ele pelo celular, enquanto, no estúdio os áudios são gravados. Muitos ‘podcasters’, no começo, usam apenas o celular para gravar. 73,5% dos produtores gravam em sua própria casa com poucos equipamentos e apenas 12,1% usam estúdios profissionais. Ou seja, podcasts caseiros funcionam, lembre-se apenas de ficar em um local silencioso. 

Se você pretende comprar um microfone, Pedro utiliza o MK – F100TL, improvisando um estúdio em sua casa, assim como 26,7% dos ‘podcasters‘ (PodPesquisa ABPod).

6. A gravação

Com tema, roteiro e equipamentos prontos, chegou a hora de finalmente gravar. Pedro recomenda ter tranquilidade: “Ninguém gosta de ouvir pessoas gaguejando e com vícios de linguagem por mais de meia hora.”

Liliana trabalha com o bom humor. “O ouvinte desse horário, da madrugada, é um ouvinte sonolento. Então há uma preocupação em trazer um tema mais leve.” Se o tema do seu podcast permitir, ela recomenda ser descontraído, rir e fazer um bate papo com as pessoas que estiverem gravando com você, sejam parceiros ou entrevistados. 

7. Edição

Nos programas de Liliana, há pouca edição, no máximo alguns cortes de tosses e sons do tipo. Mas a edição pode ser uma ferramenta muito importante. Nela, você pode tanto cortar trechos que não ficaram bons ou que ficaram desnecessários quanto inserir sons que deixam seu podcast mais interessante, como sons de ambiente, músicas ou tudo que for adequado ao seu tema. Para isso, Pedro usa o editor Vegas, que é, essencialmente, para vídeo, mas funciona também para áudio.

8. Publicação

Pesquise plataformas que façam sucesso com podcasts e que tenham programas relacionados ao seu tema, o que faz com que as pessoas achem seu produto mais facilmente. Crie uma conta, publique e divulgue para amigos, familiares e nas redes sociais.

9. E se meu podcast tiver pouca audiência? 

No começo, se você não é famoso ou de veículos profissionais, como é Liliana, seus programas podem ter poucos ouvintes. Por isso, é sempre importante investir continuamente em marketing. Pedro recomenda criar uma conta nas redes sociais para divulgar seus programas. Nessa conta, compartilhe o link de seus programas e faça propagandas relacionadas ao tema. É importante pensar também se seu conteúdo tem agradado os ouvintes. Para saber disso, peça opiniões sinceras a amigos próximos, que podem dar dicas do que é ou não é interessante ouvir. 

Veja no infográfico alguns dados que podem te ajudar a entender que tipo de pessoa gosta de ouvir podcasts.

Como fazer um podcast? - dados
Fonte dos dados: PodPesquisa 2018 (ABPod)

Com essas dicas, falta apenas uma essencial: Escute podcasts. Para entender a linguagem mais adequada e o que fica legal nesse formato, você deve consumir o máximo de podcasts possível. Se escutar algum que gostou, pense o porquê de ter ficado bom. E pense nos aspectos negativos de um podcast que você não gostou. Você já é um ‘podcaster’? No Twitter da Factual900, estamos fazendo listas desses programas para as pessoas escutarem. Que tal interagir com a @Factual900 para divulgar o seu?

Siga-nos nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *